13 de janeiro de 2010

Pouca Vogal e Originalidade


Projeto de Humberto Gessinger e Duca Leindecker se escora em músicas dos Engenheiros do Hawaii e Cidadão Quem.
Foto: Divulgação.

Tudo bem que as músicas dos Engenheiros do Hawaii são, em sua grande maioria, compostas por Humberto Gessinger.

Mas tocá-las em um cd ao vivo do seu novo projeto, intitulado Pouca Vogal - parceria dele com Duca Leindecker do Cidadão Quem - é ter pouca originalidade.

Os mais xiitas diriam que estou pegando no pé do cara, mas sou fã do trabalho de Gessinger desde criança (meu primeiro vinil foi "O Papa é Pop"!), e acredito que ele deveria investir em músicas inéditas e não ir pelo caminho mais fácil.

Tudo bem que o disco é acústico e ao vivo e que algumas canções do Engenheiros e do Cidadão caíram bem. Mas quantos acústicos tivemos da banda de Gessinger? Dois! (ou mais?) Para quê mais um?

Eu acho esse cd totalmente dispensável e só tomei conhecimento do lançamento dele (falha minha) pela grande procura que o "Ao Vivo em Porto Alegre" teve na Livraria Cultura (minha segunda casa...).

Enfim, não quero parecer chato, mas não acho bacana um compositor do talento de Humberto Gessinger ficar encostado em sucessos dos anos 1980. Até o Gessinger Trio era mais honesto.

Abaixo o clipe de uma das poucas músicas inéditas do cd, "Depois da Curva".


← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

1 comentários:

Anônimo disse...

Então ta bom é sua opnião...e nada muda com ela haha.....pouco importa o nome do projeto....importa é a trajetória do Humberto, independente do nome de banda ou formato que utiliza.
Os críticos ladram, os fãs xiitas reclamam e ele segue...graças a Deus

Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.