6 de outubro de 2009

Pearl Jam: A Volta dos que Não Foram


Pearl Jam lança seu 9° álbum de estúdio e continuam vivos como nunca.
Foto: Divulgação.



Algumas pessoas (jornalistas?) têm dito que a "onda grunge" está de volta por conta dos lançamentos dos novos trabalhos do Pearl Jam e Alice in Chains. Mas aí você diz: "Ué, mas o Pearl Jam nunca acabou!".

Pois é, não existe "revival" - a não ser do Alice in Chains, claro. Além do mais, a banda liderada por Eddie Vedder lançou cd em 2006. Nem faz tanto tempo assim.

Mas vamos ao que interessa: "Backspacer" é um bom disco. Sugiro apenas que você o ouça mais de uma vez, pois certas canções ("Just Breath", por exemplo) precisam de mais tempo para serem aprecidas, não por serem ruins, mas por conterem elementos "estranhos" (teclados, efeitos vocais).

O cd, produzido novamente por Brendan O´Brien, começa com a frenética "Gonna See My Friend", um "punk" à la Sex Pistols. Belos solos e a voz de Eddie Vedder "quicando".

"Got Some" foi apresentada ao vivo pelo Pearl Jam em agosto, mas em estúdio (pelo menos pra mim) funciona muito melhor. A faixa é uma típica música da banda. Matt Cameron desce a lenha na batera.


O primeiro single, "The Fixer", também já conhecida do público, soa bem e, apesar de conter muitos efeitos vocais, é uma das melhores de "Backspacer".

A faixa seguinte, "Johnny Guitar", mostra o belo trabalho das guitarras de Mike McCready e Stone Gossard.

A próxima canção, "Just Breath", é uma que merece mais de uma audição. Ao ouvirmos pela primeira vez, é natural que lembremos da trilha de "Into the Wild", composta por Eddie Vedder. Violões, cordas e o baixo de Jeff Ament são o destaque, além da letra que pede que a amada fique ao seu lado.

"Amogst The Waves" começa tranquila para depois virar um rock de primeira qualidade. "Lembre os dias perdidos", canta Vedder. Velhos tempos? Não, a banda está em busca de novos dias.

"Untrought Know" é um dos poucos momentos fracos do cd. Ao lado de "The End", faixa que encerra o cd, a música poderia muito bem ter ficado de fora de "Backspacer".

Antes do fim (pegou o trocadilho?) porém, as guitarras em ritmo acelarado voltam em "Supersonic", com direito a uma "paradinha" no meio da canção.

Eis que surge "Speed of Sound", a minha preferida. Bela balada com vocal inspirado de Eddie Vedder. A esperança por dias melhores permeia a canção. Perfeita.

"Force of Nature", e a já citada "The End" (outra sobra de "Na Natureza Selvagem"?), não foram bem escolhidas para encerrar o cd. Dispensáveis. Mas o que importa é ver o Pearl Jam fazendo músicas boas. E por um bom tempo. Contrariando alguns.

Abaixo, o vídeo de "The Fixer" dirigido por Cameron Crowe (sim, ele mesmo).









Ps: Há duas edições de "Backspacer" à venda nas lojas, ambas com o mesmo preço, mas com embalagens diferentes e muito bem feitas.

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.