30 de outubro de 2009

Vendas "Post-Mortem"


Michael Jackson é terceiro em "ranking" de faturamento após morte.
Foto: Divulgação.


Quando um artista morre, dependendo de sua "importância", suas obras (CDs, livros) tendem a vender muito. Eu chamo isso de "necrofilia". Exagero? Eu não acho. Vou dar um exemplo.

A revista "Forbes" divulgou uma lista na qual é contabilizado o lucro de famosos (ou de quem tem o direito sobre suas obras) após a morte.

O líder do ranking é o estilista Yves Saint Laurent, seguido pelos criadores de "A Noviça Rebelde" (Rodgers & Hammerstein) e Michael Jackson, morto em junho.

Não vejo problema em um artista vender depois de "passar dessa para a melhor". A questão negativa é essa "mania" que as pessoas (de todo o mundo) têm de comprar tudo de uma determinada personalidade imediatamente após sua morte.

Foi assim com o Elvis Presley, John Lennon e mais recentemente com Pavarotti e Michael Jackson. Um dia antes da morte do "Rei do Pop", CDs e DVDs estavam encalhados nas prateleiras. Bastou Jackson "empacotar" e, nem bem o cadáver esfriou, esgotaram-se os produtos do artista.

Será que eles acham que os produtos vão esgotar e ele nunca mais terão a chance de comprar novamente?? Santa inocência, Batman!

Existe algum estudo para saber o que leva as pessoas a terem esse tipo de atitude? Se não tiver, eu mesmo farei...

Confira o ranking de lucros (em milhões de dólares) "post-mortem" da "Forbes".

1. Yves Saint Laurent - 350.
2. Rodgers & Hammerstein - 235.
3. Michael Jackson - 90.
4. Elvis Presley - 55.
5. J.R.R. Tolkien - 50.

6. Charles Schulz - 35.

7. John Lennon - 15.
8. Dr. Seuss - 15.

9. Albert Einstein - 10.

10. Michael Crichton - 9.

11. Aaron Spelling - 8.

12. Jimi Hendrix - 8.

13. Andy Warhol - 6.



Ps: Eu não tenho dúvida de que, em breve, Michael Jackson será o primeiro desse ranking.
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

2 comentários:

amauri disse...

Exatamente a mesma curiosidade que eu tenho. E como vc disse, é uma questão mundial, não só do nosso país.

Consumismo sem limite, nem precisa de estudo, é isso! rs.

E não sei porque estou reclamando, se acabei de assistit This is It (MJ conhecia o jogo, pena que não chegou a final).

Anderson Silva disse...

Consumismo mórbido esse...Abraço!

Ps:Arrume seu pc nas férias...ahahaha

Arquivo do blog

Tecnologia do Blogger.